EUCAPROL -  Mel Própolis e Eucalipto - Apis Flora 300gr

EUCAPROL - Mel Própolis e Eucalipto - Apis Flora 300gr

Enviar para um amigo

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em estoque

R$20,16

Acrescentar itens ao carrinho
OU

Descrição Rápida

O mel com própolis e eucalipto Apis Flora concilia o uso tradicional do mel e da própolis com as propriedades do eucalipto em um produto único em eficiência.

Descrição do Produto

EUCAPROL MEL PRÓPOLIS E EUCALIPTO

Fabricante: Apis Flora

Embalagem: Pote vidro 300 gr

Ingredientes: Mel, extrato de própolis e extrato de eucalipto (Eucalyptus globulus)

Registro: MA - SIF/DIPOA 0008/3733

 

Adultos: 1 colher das de sopa 3 a 4 x/dia Crianças: 1 colher de sobremesa 3 a 4 x/dia

O mel com própolis e eucalipto Apis Flora concilia o uso tradicional do mel e da própolis com as propriedades do eucalipto em um produto único em eficiência.

O Mel é o produto alimentício produzido pelas abelhas melíferas a partir do néctar das flores ou das secreções procedentes de partes vivas das plantas que as abelhas recolhem, transformam, combinam com substâncias específicas próprias, armazenam a deixam maturar nos favos da colmeia. O mel é composto principalmente de glicose (80%), sacarose (2,5%), outros açucares, proteínas (1%), enzimas, vitaminas do complexo B e vitamina C, contém também grãos de pólen, que são ricos em diversas vitaminas hidro e lipossolúveis. A composição exata de qualquer mel depende principalmente das fontes vegetais das quais ele é derivado, mas também do tempo, solo e outros fatores, e pode variar bastante.

A Própolis é um produto oriundo de substâncias resinosas, gomosas e balsâmicas, coletadas pelas abelhas de brotos, flores e exsudatos de plantas.

EUCALIPTO -Devemos considerar como seu princípio ativo mais importante o óleo essencial cineol ou eucaliptol, que está presente em 60% do óleo essencial obtido das folhas de eucalipto (3-5%). No entanto outras substâncias, tais como: princípios amargos, resinas, taninos, ácidos fenólicos, goma e similares, flavonóides (eucaliptrina, hiperosideo, quercetina e rutina) contribuem para a ação terapêutica da planta.


A principal atividade do eucalipto se concentra no nível do trato respiratório e está em função do seu óleo essencial. O Eucalipto têm demonstrado possuir, tanto por via oral quanto inalatória, atividade expectorante, fluidificante e anti-séptica da secreção bronquial (Leung, A. 1980; Dellacasa, E. et al.1989). Por qualquer destas via de administração, o óleo essencial se elimina principalmente maiormente por via pulmonar, o qual justifica seu extensivo emprego nas infecções do trato respiratório (Pizsolitto, A. et al., 1977; Cáceres, A., et al., 1991).
Estudos in vitro têm demonstrado também atividade antiviral frente ao influenza A dependente das frações flavonoídicas quercitrina e hiperósido (Vichkanova S., e Goryunova, L., 1973; Leung, A., 1980).


O eucalipto possui atividade antimicrobiana acentuada frente a microrganismos gram+ como Baccilus subtilis, Staphylococcus aureus, neumococo e Micrococcus glutamious (Yousef R, Tawil, G., 1980; Kumar, et al., 1988). Em relação a microrganismos gram -, possui um espectro de ação menor, tendo observando-se atividade frente a E. coli e Candida albicans (Safiyev, S. et al.,1997).


O eucalipto possui muitas qualidades terapêuticas e, adicionado ao mel e à própolis, é eficaz no tratamento e combate das gripes, resfriados, bronquites, asmas e inflamações da boca e garganta.

O óleo essencial de eucalipto é adstringente, febrífugo e tônico, usado sempre como auxiliar no tratamento de gripes, resfriados, bronquites, asma, rinites e sinusites. Emprega-se em linimento, nas dores reumáticas e musculares.

 
 

 

Melhor Uso:

Tags do Produto

Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.